leia um trecho

Maria Júlia troca experiências com cuidadores que de repente se encontram em uma realidade inesperada. Você não está sozinho!

A doença

O Mal de Alzheimer é uma doença degenerativa do cérebro, cujos sintomas aparecem lentamente, que causa perda de memória, desorientação, depressão e deterioração de funções corporais, do comportamento, da memória gradualmente. Os pacientes tornam-se confusos e, por vezes, agressivos. Terminam por não conhecer os próprios familiares e até a si mesmos quando colocados na frente do espelho.

Na doença de Alzheimer as células de certas áreas do cérebro começam a morrer, formando cicatrizes em forma de estruturas microscópicas chamadas Placas Senis. Na medida em que as células morrem e são formadas as Placas Senis, o cérebro não consegue mais funcionar como deveria.

A doença sofre um processo evolutivo no qual é possível distinguir vários estágios. Dependendo do estágio, o doente pode apresentar um desejo sexual doentio, expondo-se ao ridículo, podendo usar de gestos obscenos em público, ou de expor sua nudez.À medida que a doença evolui, os portadores tornam-se cada vez mais dependentes de terceiros, começam a apresentar dificuldades de locomoção, a comunicação se inviabiliza e passam a necessitar de cuidados e supervisão integrais, até mesmo para as atividades elementares do cotidiano, como alimentação e higiene pessoal. A principal vítima da doença acaba sendo a família. Dúvidas e incertezas com o futuro, agrande responsabilidade, a inversão de papéis, em que os filhos passam a se encarregar dos cuidados dos pais, são as principais preocupações dos familiares. Os familiares acabam tendo uma carga física e emocional muito grande, fazendo com que, muitas vezes, sejam eles que adoeçam.

Links
Contato

Tel.: + 55 21 2439 - 1072
Cel.: + 55 21 99646 - 6072
Email: juliabiondi@hotmail.com